sábado, 8 de fevereiro de 2014

Congresso submisso ao Executivo

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) criticou, nesta quinta-feira, 6, o que chamou de balcão de negócios instalado no Congresso Nacional e no governo da presidente Dilma Rousseff. Na quarta-feira, 5, disse o senador, o País teve mais um exemplo da submissão do Congresso ao Executivo com o adiamento da votação do projeto que altera o indexador da dívida dos Estados. Na avaliação de Simon, ao tomar essa decisão, o Senado optou por dar as costas para tudo o que os Estados brasileiros representam e comprovou que o Congresso está “de cócoras” o que, afirmou, é algo tão grave quanto um Congresso fechado.

MAIS CRÍTICA
Pedro Simon ainda criticou a presidente Dilma por fazer discursos sobre a falta de recursos públicos e, ao mesmo tempo, gastar fortunas em obras para a Copa. Em sua avaliação, a atitude demonstra que o país tem dinheiro para atender interesses de grupos, mas não necessidades públicas como transporte, saúde e educação de qualidade. (Agência Senado).

Nenhum comentário:

Postar um comentário