domingo, 16 de fevereiro de 2014

E por falar em frigorífico, o que acontecerá ao de Brasnorte?

Por Dorjival Silva

Havia uma promessa, segundo a população de Brasnorte, que em meados de 2010 esse frigorífico localizado às margens da MT-170, seria inaugurado trazendo de vez grande desenvolvimento sócio-econômico para o município e região.

Quatro anos já se passaram desde o tempo em que ele deveria ter entrado em funcionamento. Todavia, o que se ver em fevereiro de 2014 é uma obra inacabada, abandonada às margens de uma rodovia estadual servindo até então de morada de morcegos.

O pior de tudo isso é que na obra há uma soma incalculável de recursos públicos. Dinheiro dos impostos pagos por todos nós cidadãos brasileiros.

Na cidade há uma informação extra-oficial dando conta que dentre breve Ministério Público Estadual e os poderes Executivo e Legislativo e os administradores do imóvel serão chamados para assinar um Termo de Ajustamento de Conduta – TAC, com uma nova data para que a obra seja concluída e entre em funcionamento.

Por essa suposta perspectiva o acordo firmado no início de 2013, em que os administradores do imóvel se não concluísse as obras pagariam uma multa no valor de R$ 1,5 milhão ao município, não será cumprido. Ou vai?

Fato é que a população quer uma resposta, uma conclusão para essa história que vem se arrastando há anos. O imóvel será concluído e entrará em funcionamento ou o município terá de usar de medidas legais para reaver o que investiu? Uma  resposta precisa ser dada à sociedade








Nenhum comentário:

Postar um comentário