quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Sem razão, petistas taxam STF de Tribunal de Exceção

Dorjival Silva


Por terem alguns membros do PT sido conde nados na Ação 470, mais conhecida como mensalão, o Supremo Tribunal Federal (STF) tem sido taxado pelos petistas de tribunal de exceção. 

Uma contradição das mais aberrantes, ora, primeiro, porque vivemos num estado de direito, segundo, os condenados tiveram direito à ampla defesa, por renomados advogados, usaram de um recurso muito pouco comum na defesa dos réus, o peculiar “embargo infringente”, na tentativa de salvá-los. 

Terceiro, a condenação foi pela maioria dos ministros do Supremo que, diga-se de passagem, dos 11 que compõem a Corte, oito foram nomeados por Lula, inclusive o presidente Joaquim Barbosa e 2 por Dilma. 

Nomearam ministros para um tribunal de exceção? Somente uma cabeça “abilolada”, envenenada pela paixão política ideológica, pode ter pensamento tão esdrúxulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário