quarta-feira, 19 de março de 2014

Para não perder tudo, governo cede no projeto do Marco Civil da internet.Mas pode ceder mais...

Após reunião entre líderes da base aliada e os ministros Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e José Eduardo Cardozo (Justiça), o relator do Marco Civil da Internet, deputado Alessandro Molon (PT-RJ), disse que o governo abriu mão da instalação de data centers no Brasil com o objetivo de tentar votar o projeto nesta quarta-feira (19) – embora o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) já tivesse anunciado a votação para a próxima semana.
O relatório de Molon previa que as empresas provedoras de internet fossem obrigadas a instalar seus bancos de dados, os data centers, no Brasil, mesmo que suas sedes sejam em outros países. O objetivo era garantir que a lei brasileira fosse aplicada, caso houvesse alguma demanda judicial. Esse trecho foi incluído no Marco Civil da Internet após as denúncias de espionagem do governo dos Estados Unidos, que teria monitorado a comunicação entre integrantes do governo brasileiro.(Texto G1)
COMENTO: Pelo andar da carruagem o Governo tente a perder mais, ceder mais, abrir mão de certo totalitarismo e de sua hegeomonia comunista na Internet. O Governo quer impor o sistema comunista na Internet, e tolher a liberdade do cidadão, mas o povo está atento, muitos políticos no Congresso também. Eles não vence

Nenhum comentário:

Postar um comentário