segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Taques vai deixar picuinhas de lado e ter relação "republicana" com Dilma

Camila Cecílio

Governador eleito Pedro Taques promete construir relação com Dilma Rousseff

Após a derrota de Aécio Neves (PSDB) para a presidente da República reeleita Dilma Rousseff (PT), o governador eleito Pedro Taques (PDT) disse, em entrevista ao Rdnews, que o momento é de deixar as picuinhas de lado.

O pedetista, que fez campanha para o tucano, valia que o resultado deste domingo (26) mostra que o país está dividido e que é preciso união, já que Dilma conquistou 51,45% dos votos, enquanto Aécio teve 48,55%. “Temos que entender que isso é a democracia e respeitar”, pontua.

Taques, que tem criticado, especialmente, as denúncias de corrupção na gestão petista, garantiu que deseja sucesso à presidente. “Temos que deixar as picuinhas de lado e buscar mais desenvolvimento para Mato Grosso”, enfatiza. Nesta linha, o pedetista ressaltou que a sua relação com a presidente Dilma será republicana, “como tem que ser”.

O pedetista aproveitou ainda para reforçar que Mato Grosso tem ajudado o Brasil, mas que, agora, é hora do Brasil ajudar Mato Grosso. Entre as reivindicações do Estado estão melhorias na infraestrutura, facilitando o escoamento de grãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário