quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Taques quer Fávaro atuante

Na gestão do governador Silval Barbosa (PMDB) o vice-governador ganhou novas atribuições como o comando da Ager, MT Fomento, Defesa Civil e Cepromat, além das políticas de telecomunicações e indigenista do Governo do Estado.

Fávaro não afirma que não deve comandar outra Pasta. Chico Daltro, por sua vez, comandou por dois anos a secretaria de Cidades, pasta que comanda projetos como o “Minha Casa Minha Vida” que tem forte apelo popular.

O governador eleito afirma que o papel do vice vai ser o que está na Constituição Federal e replicado na Constituição Estadual. Taques preferiu não falar sobre seu secretariado. Segundo ele, até o dia 10 de dezembro todos os nomes que vão compor o primeiro escalão do governo.
“Sei o papel do vice-governador e vou estar pronto a ajudá-lo. Mas, respeitando a hierarquia, ele foi eleito governador de Mato Grosso”, diz Fávaro.


O vice afirma que será soldado da administração. “Vou estar à disposição, com a experiência de líder classista, de produtor rural, que veio de pequena propriedade passou por muitas dificuldades e consegui que o Estado de Mato Grosso me desse oportunidade na vida. Quero levar essa oportunidade para o povo, na medida que for convocado pelo Pedro [Taques] vou contribuir”, destaca.


Fávaro diz que se for convocado para alguma missão específica vai trabalhar muito para atender ao que foi pedido pelo novo governador. “Ele é o comandante, foi eleito pelo povo e vou ajudá-lo quando for chamado”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário