sábado, 25 de outubro de 2014

Vaticano investiga denúncias de padres que aparecem nus em fotos de sites gays

Mais um escândalo sexual pode abalar as estruturas da Igreja Católica. Desta vez trata-se de uma diocese na região de Liguria, no Norte da Itália, de onde chegaram denúncias de padres que postam fotos nuas na internet, fazem “bico” como barman e cometem assédio a fieis. O caso chocou a cúpula do Vaticano a tal ponto que o Papa Francisco enviou nesta semana um “administrador católico” para investigar as acusações.
A diocese de Albenga-Imperia já foi descrita por um jornal italiano como a “mais fofocada da Itália”. Ela é comandada há mais de 25 anos por Dom Mario Oliveri, de 70 anos, conhecido até então pelo seu conservadorismo religioso. De acordo com o periódico Il Secolo XIX, o bispo deve ser substituído nos próximos dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário